HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML

APSEN

Desculpe-nos, nosso estoque para este produto esta esgotado.

Avise-me Quando chegar
  • Principal Indicação

    • HANTINA® é um antimicrobiano específico para:
      - O trato urinário, cujo princípio ativo é a nitrofurantoína.
      A nitrofurantoína é empregada em infecções urinárias provocadas por bactérias sensíveis, como curativo ou preventivo.
  • Ficha Técnica

    • Nome do Produto: HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML
    • SKU: 1628
    • Código EAN: 7896637022859
    • Registro Ministério da Saúde: 1011801420051
    • Princípio Ativo: NITROFURANTOINA
    • Fabricante: APSEN
    • SAC Fabricante: 0800-165-678
    • E-mail Fabricante: INFOMED@APSEN.COM.BR
Comprar Hantina 5mg/ml suspensao oral frasco c/120ml com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Hantina na categoria de Ginecológico. Hantina comprar com quem tem mais de 40 anos de tradição.

Código do Produto: 1628

COMPRAR HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML

Ganhe descontos para compras em quantidade

Pague em até 6x no cartão de crédito

Entregas disponíveis em todo o Brasil

Televendas11 3990-7720

Mais informações sobre o produto:

Comprar hantina 5mg/ml suspensao oral frasco c/120ml com o melhor Preço.

Conheça para que serve, onde comprar e qual o valor do Hantina


As relações sexuais podem desencadear uma infecção no trato urinário, muito mais comuns em mulheres, mas que pode atingir os homens, em sua maioria a partir dos 50 anos. Esse problema ocorre quando a presença anormal de micro-organismos na região citada, que entram através da uretra e passa a se multiplicar na bexiga.

O diagnóstico é feito pelo nefrologista, que através de exames de sangue, em alguns casos até de citoscopia, podem descobrir a gravidade. O não tratamento pode evoluir o problema, chegando até em outros órgãos, como os rins.

Já os sintomas ficam por conta do aumento na frequência em querer urinar e na ardência e tom de cor da urina, que pode produzir um odor forte e desagradável.

O medicamento HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML ajuda nos sintomas do trato urinário. Confira mais informações, a bula, onde comprar e o preço do HANTINA.

Como Hantina age contra o trato urinário?


Agora entendemos que o HANTINA é indicado para o tratamento de pessoas que sofrem com infecção na urina. Ao comprar HANTINA prescrito pelo médico especialista que acompanha de perto o caso, o paciente dá início ao uso regular do medicamento, que ajuda a melhorar os sintomas da infecção da urina.

Posologia do medicamento


Após a indicação do médico especialista, o paciente pode comprar HANTINA online ou em farmácias físicas. Geralmente, a dose diária recomendada de HANTINA é de 50mg a 100mg, 4 vezes ao dia, durante 7 a 10 dias, de acordo com orientação do médico. Confira a bula do HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML para mais informações.

Preço do Hantina


Produzido pelo Apsen Farmacêutica, o medicamento é vendido somente com prescrição médica, como mencionamos acima. O preço do HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML está dentro dos valores de medicações comuns, e geralmente pode ser parcelado em até três vezes.

Onde comprar Hantina?


Os pacientes que quiserem comprar HANTINA 5MG/ML podem optar por adquiri-lo em farmácias físicas ou comprar HANTINA online na Drogaria Nova Esperança, uma alternativa mais prática, já que o paciente receberá o medicamento no conforto da sua casa.

Qual a indicação do Hantina?


HANTINA 5MG/ML SUSPENSAO ORAL FRASCO C/120ML é um medicamento voltado para o tratamento de infecção urinária. O medicamento demonstrou ser capaz de inibir os sintomas causados pelo trato urinário.

Contraindicações do Hantina


Os pacientes com hipersensibilidade a nitrofurantoína poderão apresentar reações alérgicas. Se você não tiver certeza disso, fale com seu médico antes de tomar HANTINA 5MG/ML.

Atenção: Durante o tratamento com HANTINA, caso apresente quaisquer sinais de reação alérgica procure socorro médico imediatamente.

Qual o modo de usar?


As dosagens de HANTINA devem ser ajustadas dependendo do paciente e da sua doença. Confira a bula de HANTINA para mais detalhes de como administrar a receita para cada tipo de paciente.
Nos casos de superdosagem devem ser adotadas as medidas necessárias de acordo com a sintomatologia e o quadro clínico do paciente.

Leia a bula do Hantina completa, para maiores informações sobre este medicamento!
Hantina® Princípio ativo: Nitrofurantoína

Formas farmacêuticas e apresentações do remédio

Suspensão oral - 5 mg/ml - em caixa com 1 frasco contendo 120 ml USO PEDIÁTRICO OU ADULTO

Composição do medicamento

Cada ml da suspensão oral contém: Nitrofurantoína ....................................................... 5 mg Veículo* q.s.p. ....................................................... 1 ml *Veículo: Sacarose, Sacarina sódica, Ácido cítrico, Citrato de sódio, Metilparabeno, Propilparabeno, Hidroxietilcelulose, Glicerol, Sorbitol 70%, Silicato de alumínio e magnésio, Álcool etílico, Mentol cristalizado, Vanilina, Essência de aniz natural, Dimeticona, Hidróxido de sódio, Polioxil 40 óleo de rícino hidrogenado, Metabissulfito de sódio, Água deionizada. Informações ao paciente

Ação esperada do Hantina

HANTINA® é um antimicrobiano específico para o trato urinário, cujo princípio ativo é a nitrofurantoína. A nitrofurantoína é empregada em infecções urinárias provocadas por bactérias sensíveis, como curativo ou preventivo

Cuidados de armazenamento do Hantina

A suspensão oral deve ser mantida em sua embalagem original, na temperatura ambiente (entre 15˚C e 30˚C) e proteger da luz. Prazo de validade: Não utilize medicamento com a validade vencida. O prazo de validade de HANTINA® suspensão oral está impresso na embalagem e é de 24 meses após a data de fabricação. Gravidez e lactação: Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar igualmente se estiver amamentando. Nestes casos, somente o seu médico pode determinar se você deve continuar o tratamento com HANTINA®

Cuidados de administração do Hantina

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Em crianças, tome a suspensão oral durante as refeições e junto com alimentos doces. Interrupção do tratamento: Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

Reações Adversas

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. As reações mais freqüentes são náuseas, perda de apetite, vômitos, dor abdominal e diarréia. Para reduzir a ocorrência dessas reações, administre HANTINA® com leite e durante as refeições. A coloração amarelada da urina é normal quando se toma o medicamento. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS

Ingestão do Hantina concomitante com outras substâncias

HANTINA® não deve ser administrado com medicamentos contendo probenecida. A alcalinização do suco gástrico pode interferir com a absorção do fármaco. Qualquer medicamento só deve ser utilizado sob a supervisão e cuidado médico.

Contra-indicações e precauções

Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. HANTINA® deve ser empregada com cuidado em pacientes com diabetes, hipovitaminose B, nefro ou hepatopatia, anemia e doenças debilitantes.

Riscos da auto-medicação:

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO; PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE. Informações técnicas

Características do medicamento

HANTINA® é um medicamento antimicrobiano específico para o trato urinário, cujo princípio ativo é a nitrofurantoína. A nitrofurantoína é um derivado do furano empregado em infecções urinárias provocadas por bactérias sensíveis, como curativo ou preventivo. Seu espectro antibacteriano inclui a maioria dos uropatogênicos Escherichia coli, Streptococcus faecalis e Staphylococcus aureus, Proteus, Salmonella, enterobactérias, enterococo, estreptococos. Os microorganismos do grupo KES - Klebsiella, Enterobacter, Serratia - e pseudomonas, apresentam resistência parcial à nitrofurantoína. A nitrofurantoína interfere no metabolismo bacteriano, afetando as enzimas responsáveis pela síntese protéica, sem ocasionar resistência microbiana, nem mesmo a transferível. A HANTINA®, nitrofurantoína em macrocristais, permite o retardamento da solubilidade no aparelho gastroentérico, reduzindo com isso os efeitos indesejáveis (náuseas e vômitos) sem, contudo, modificar sua concentração na excreção urinária. A nitrofurantoína é absorvida com facilidade no tubo digestivo. A ligação às proteínas plasmáticas é da ordem de 20 a 60%, e a meia-vida é de cerca de 20 minutos nos pacientes com função renal normal. Metabolizada em parte a nível hepático, a nitrofurantoína é excretada inalterada (40% da dose), na urina, por filtração glomerular e a excreção tubular, sendo uma fração do fármaco reabsorvida distalmente. Trinta minutos após a administração, são encontradas concentrações terapêuticas na urina. A nitrofurantoína é excretada por via renal, na forma ativa. A nitrofurantoína é altamente solúvel na urina, conferindo-lhe uma coloração amarelada. O reduzido teor de eliminação biliar e fecal explica porque não atinge a flora bacteriana intestinal normal, a qual conserva-se inalterada e equilibrada. A administração simultânea com alimentos não interfere na biodisponibilidade do produto. A alcalinização urinária favorece o grau de ionização do fármaco, aumentando a concentração e reduzindo a reabsorção tubular e a eficácia antibacteriana.

Indicações do Hantina

Tratamento de infecções urinárias agudas e crônicas tais como: cistites, pielites, pielocistites e pielonefrites, produzidas por bactérias sensíveis à nitrofurantoína, (Escherichia coli, Enterococos, Staphylococcus aureus, Klebsiella sp., Proteus sp. ou outras). Profilaxia das infecções urinárias, antes e durante as intervenções cirúrgicas, ou investigações instrumentais das vias urinárias.

Contra-indicações do Hantina

Hipersensibilidade à nitrofurantoína. Insuficiência de glicose-6-fosfodesidrogenase. Anúria, oligúria ou comprometimento significativo da função renal (clearance de creatinina abaixo de 40 ml/minuto). O tratamento destes pacientes apresenta um aumento do risco de toxicidade devido a redução da excreção da nitrofurantoína. Na fase final da gestação e em crianças com menos de três meses de idade, devido ao risco de anemia hemolítica, motivada pela imaturidade do sistema enzimático.

Advertências ao uso do medicamento

Reações pulmonares agudas, subagudas e crônicas, foram observadas em pacientes tratados com a nitrofurantoína. Caso ocorram, o tratamento deverá ser suspenso e tomadas as medidas apropriadas. Casos de anemia hemolítica, semelhantes aos que ocorrem por sensibilidade à primaquina, foram relatados. Qualquer sinal de hemólise indica a suspensão do tratamento, pois ela é reversível com a retirada do medicamento.

Precauções ao uso do medicamento

O aparecimento de sinais pulmonares, de parestesias das extremidades ou de hemólise, requer a suspensão da terapia. A neuropatia periférica poderá raramente ocorrer, em pacientes portadores de diabetes, hipovitaminose B, nefro ou hepatopatia, anemia e doenças debilitantes. A nitrofurantoína deve ser empregada com cuidado nesse grupo de pacientes. A redução posológica ou a suspensão do medicamento, promoverá a necessária reversão do quadro clínico. É possível, como para qualquer antibacteriano, o desenvolvimento de microorganismos resistentes, especialmente o Pseudomonas. É importante realizar o teste de sensibilidade à nitrofurantoína e os exames bacteriológicos para detectar possível resistência. A coloração amarelada forte da urina, não tem relevância prática. Gravidez e lactação A segurança da nitrofurantoína na gravidez e lactação não foi estabelecida, razão pela qual, o seu emprego nestas condições exige avaliação criteriosa dos riscos e benefícios. Idosos Devem ser observadas as mesmas recomendações relativas aos adultos e crianças.

Interações medicamentosas do Hantina

A probenecida reduz a excreção tubular da nitrofurantoína o que pode provocar uma concentração urinária insuficiente e conseqüente aumento da taxa plasmática, com maior risco de efeitos tóxicos. A alcalinização do suco gástrico pode interferir com a absorção do fármaco, devendo ser evitada a administração simultânea de antiácidos.

Reações adversas ao uso do medicamento

Anorexia, náuseas e vômitos poderão ocorrer, além de dor abdominal e diarréia . A incidência desses sintomas é reduzida com a ingestão do medicamento acompanhado de leite ou alimento sólido. Cefaléia, tonteira, sonolência e mialgias, são controláveis da mesma forma ou com a administração de medicação auxiliar. Erupções cutâneas, febre, calafrios, icterícia, eosinofilia e reações pleuro-pulmonares poderão ocorrer nos pacientes hipersensíveis à droga. A supressão do medicamento assegura o imediato desaparecimento desses sintomas.

POSOLOGIA

SUSPENSÃO ORAL ADULTOS: 50 a 100 mg, 4 vezes ao dia, durante 7 a 10 dias, às refeições. Nos casos necessários, a critério médico, a dose diária poderá ser de 8 a 10 mg/kg, ou por períodos mais prolongados. SUSPENSÃO ORAL CRIANÇAS: 5 a 7 mg por kg de peso/dia, divididos em 4 vezes ao dia, durante 7 a 10 dias, durante as refeições e junto com alimentos doces. A tabela a seguir tem o objetivo de facilitar a administração de HANTINA® Suspensão. Está baseada numa posologia média de 5 a 7 mg de HANTINA® Suspensão por kg/peso, administrada durante 24 horas. Peso em kg Nº de colher medida/4 vezes ao dia 7 a 11 ½ (correspondente a 2,5 ml) 12 a 21 1 (correspondente a 5 ml) 22 a 30 1 ½ (correspondente a 7,5 ml) 31 a 40 2 (correspondente a 10 ml) OBSERVAÇÃO: A terapêutica deverá ser continuada, no mínimo, por mais 3 dias, após a urina tornar-se límpida e isenta de germes. Caso a infecção persista, será necessária a reavaliação do caso. Se for necessário o uso do medicamento por longo prazo, a redução da dose deverá ser considerada.

Conduta na superdosagem do medicamento

Não existe antídoto específico para a nitrofurantoína. Nos casos de superdosagem devem ser adotadas as medidas necessárias de acordo com a sintomatologia e o quadro clínico do paciente. PACIENTES IDOSOS As doses e cuidados para pacientes idosos, são as mesmas recomendadas para os adultos e crianças. Nº do Lote; Data de Fabricação e Data de Validade: vide Cartucho e/ou Rótulo MS - 1.0118.0142 Farmacêutico Responsável: Dr. Eduardo Sérgio Medeiros Magliano CRF SP nº 7179 VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

ISTO É UM MEDICAMENTO, NÃO USE SEM PREESCRIÇÃO MÉDICA E ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Glucerna
Agulhas e Seringas BD
Televendas 11 3990-7720
Chat Fale agora com nossos atendentes