GYNOPAC CREME VAGINAL BISNAGA COM 1G

FARMOQUIMICA

Desculpe-nos, nosso estoque para este produto esta esgotado.

Avise-me Quando chegar
  • Principal Indicação

    • Indicado no tratamento das infecções vulvares e vaginais causadas por Candida
  • Ficha Técnica

    • Nome do Produto: GYNOPAC CREME VAGINAL BISNAGA COM 1G
    • SKU: 3962
    • Código EAN: 7898040321550
    • Registro Ministério da Saúde: 1039001650026
    • Princípio Ativo: TIOCONAZOLTINIDAZOLSECNIDAZOL
    • Fabricante: FARMOQUIMICA
    • SAC Fabricante: 0800-25-01-10
    • E-mail Fabricante: SAC@FQM.COM.BR
Comprar Gynopac creme vaginal bisnaga com 1g com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Gynopac na categoria de Ginecológico. Gynopac comprar com quem tem mais de 40 anos de tradição.

Código do Produto: 3962

COMPRAR GYNOPAC CREME VAGINAL BISNAGA COM 1G

Ganhe descontos para compras em quantidade

Pague em até 6x no cartão de crédito

Entregas disponíveis em todo o Brasil

Televendas11 3990-7720

Mais informações sobre o produto:

Comprar gynopac creme vaginal bisnaga com 1g com o melhor Preço.

Gynopac: preço promocional ? ação contra a vulvovaginites

Gynopac é um medicamento que tem como princípio ativo o secnidazol, usado no tratamento da vulvovaginite, causada por Candida e/ou Trichomonas e Gardnerella. Sua ação vai eliminar germes que causam a infecção na vulva e na vagina, eliminando o problema. 
Para garantir esse efeito é preciso que que o creme Gynopac seja aplicado na vagina com o auxílio do aplicador. Ao término é preciso descartar o aplicador. É preciso que esse procedimento seja realizado durante 7 dias consecutivos à noite, antes de deitar, ou por 3 dias. Nesse caso, é preciso administrar duas vezes ao dia. Já os dois comprimidos devem ser administrados de uma única vez. 
Por isso, se você precisa tratar a vulvovaginite pode adquirir o Gynopac preço de promoção na Drogaria Nova Esperança e ficar saudável.

Quais os efeitos colateriais de Gynopac?

Esse medicamento costuma ser bem tolerado pela maioria das pacientes, porém, algumas podem ter efeitos colaterais. Dentre os conhecidos estão: a vermelhidão, sensação de queimação, coceira local, enjoo, diarreia, sonolência, dor de cabeça, reação alérgica, sangramento vaginal e outros.
Se for observada alguma reação ao tratamento com Gynopac, seja em relação ao creme ou aos comprimidos, é preciso informar ao médico para que ele avalie se é seguro continuar com o procedimento. É recomendado também informar a empresa por meio do serviço de atendimento ao consumidor. 

As contraindicações de Gynopac

Mesmo considerado seguro, esse medicamento não deve ser utilizado por qualquer paciente. Gynopac é contraindicado para pessoas que possuem sensibilidade aos componentes da fórmula, que tenham distúrbios de coagulação sanguínea, distúrbios neurológicos orgânicos, estejam grávidas ou amamentando. Ele também não é indicado para uso pediátrico.
Por interagir com outros medicamentos e em exames laboratoriais, é necessário informar ao seu médico sobre o tratamento com o Gynopac. Além disso, é preciso adotar alguns cuidados como evitar o uso de absorventes, roupas íntimas de tecido sintético e adotar medidas higiênicas. 

Gynopac trata a vulvovaginites?

O Gynopac vai combater os germes que ocasionam o problema, porém, para ter o efeito esperado é preciso que o tratamento não seja interrompido, mesmo que a paciente apresente melhoras no meio dele. 
A fim de evitar que o problema volte a ocorrer, é preciso que sejam adotadas medidas de higiene e que essas façam parte da rotina sempre. Entre elas está a correta higienização de região íntima diariamente, evitar o uso de roupas apertadas e de tecido sintéticos. 

Evite a automedicação: antes de comprar Gynopac, consulte um médico

Esse medicamento possui uma bula com explicações sobre o seu uso, porém, a doença só pode ser detectada por um médico. Por isso, antes de comprar Gynopac e começar o tratamento é preciso passar por uma avaliação profissional. O uso de medicamentos de forma indevida pode agravar ainda mais o problema e trazer riscos à saúde. 
Gynopac tem ação efetiva na eliminação dos germes mais frequentemente encontrados nas infecções da vulva (região externa dos genitais femininos) e da vagina, isoladamente ou associados: Candida albicans (um tipo de fungo), Trichomonas vaginalis (um protozoário) e Gardnerella vaginalis (bactéria).
Laboratório Fqm Apresentação de Gynopac Embalagem contendo 2 comprimidos de secnidazol + uma bisnaga de 35 g de tioconazol + tinidazol, acompanhada de 7 aplicadores. Gynopac - Informações Cada 5g do creme contém: tioconazol ... 100 mg tinidazol ... 150 mg Cada comprimido contém: secnidazol ... 1000 mg Gynopac - Indicações No tratamento das infecções vulvares e vaginais causadas por Candida, Trichomonas e Gardnerella, isoladas ou mistas. Contra-indicações de Gynopac Gynopac é contra-indicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade à droga ou à outros derivados imidazólicos (como exemplo o cetoconazol, fluconazol, etc). É contra-indicado no primeiro trimestre da gravidez e durante a amamentação. Advertências O uso do produto, como outras drogas de estrutura semelhante a do tinidazol, não é recomendado em pacientes com quadro atual ou antecedentes de distúrbios da coagulação do sangue e em pacientes com distúrbios neurológicos orgânicos. A substância nitroimidazol produziu o aparecimento de câncer em experimentação com animais, portanto deve ser considerado como potencialmente perigoso a seres humanos. Precauções: Existe a possibilidade embora remota, da ocorrência de um efeito similar ao causado pelo dissulfiram, quando o tinidazol é administrado concomitantemente com bebidas alcoólicas. Portanto, o uso de bebidas alcoólicas deve ser evitado durante até quatro dias após o tratamento. Uso na gravidez de Gynopac É contra-indicado no primeiro trimestre da gravidez e durante a amamentação. Embora não haja evidência de que a associação tioconazol/tinidazol seja prejudicial durante os últimos estágios de gravidez, seu uso nos dois últimos trimestres requer que os potenciais benéficos esperados superem os possíveis riscos para mãe e o feto. A partir do 2º trimestre da gravidez o mesmo só poderá ser administrado exclusivamente a critério médico. Se o medicamento for administrado durante o período de lactação, um método alternativo para alimentação da criança deverá ser instituído. Interações medicamentosas de Gynopac O secnidazol potencializa o efeito anticoagulante da varfarina ou indandiona, resultando em prolongamento do tempo da protrombina. O uso simultâneo com o dissulfiram pode resultar em reações psicóticas agudas ou estado de confusão causados por toxicidade combinada. A cimetidina pode inibir o metabolismo dos nitroimidazólicos, aumentando os efeitos adversos dependentes de dose. O uso concomitante com o lítio pode aumentar as concentrações de lítio no sangue e em alguns casos levar a toxicidade por lítio. Recomenda-se não ingerir bebida alcoólica durante o tratamento, pode causar efeito antabuse. Reações adversas / Efeitos colaterais de Gynopac Ocorrem raras vezes e são moderadas e transitórias. Pode ocorrer irritação vaginal e sensação de gosto metálico na boca (no secnidazol). Também náuseas, vômitos, dores abdominais, aftas, urticárias e erupções na pele. Informe ao seu médico o aparecimento de qualquer reação desagradável durante o tratamento. O uso de bebidas alcoólicas ou de medicamentos que contenham álcool (fortificante e elixires) deve ser evitado durante o tratamento e até quatro dias após seu uso. Gynopac - Posologia tinidazol e tioconazol Aplicar o conteúdo de um aplicador cheio (5g), uma vez à noite, ao deitar-se, durante 7 dias consecutivos, ou como alternativa, duas vezes ao dia, durante 3 dias. O creme vaginal deve ser aplicado profundamente na vagina, de preferência fora do período menstrual. Para evitar nova infecção é aconselhável usar roupa íntima de algodão, trocada e fervida diariamente (ou pelo menos passada a ferro bem quente após lavagem). secnidazol Dose única de 2 comprimidos de 1000 mg (2g). A mesma pode ser recomendada para o cônjuge. Superdosagem Sempre que ocorrer os casos de superdose procurar o seu médico urgente, para que sejam tomadas as medidas necessárias.

ISTO É UM MEDICAMENTO, NÃO USE SEM PREESCRIÇÃO MÉDICA E ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Aproveite e Compre também

Os produtos abaixo são relacionados ao produto visitado, aproveite para conhecê-los.

Glucerna
Agulhas e Seringas BD
Televendas 11 3990-7720
Chat Fale agora com nossos atendentes
COMPRAR GYNOPAC CREME VAGINAL BISNAGA COM 1G

GYNOPAC CREME VAGINAL BISNAGA COM 1G

por apenas R$ 87,90