BELVIQ 10MG COM 60 COMPRIMIDOS

EUROFARMA
COMPRAR BELVIQ 10MG COM 60 COMPRIMIDOS

Desculpe-nos, nosso estoque para este produto está esgotado.

Avise-me quando chegar
Out of stock
Comprar Belviq 10mg com 60 comprimidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Belviq na categoria de Emagrecimento. Belviq comprar com quem tem mais de 40 anos de tradição.
Mais informações sobre o produto

Comprar belviq 10mg com 60 comprimidos com o melhor Preço.

Voltar Descrição

Qual a indicação do BelViq?


BelViq é um medicamento de prescrição, categorizado em emagrecimento e destinado ao público adulto com sobrepeso. Ou seja, é indicado para quem deseja emagrecer e manter o peso ideal, sendo associado a uma dieta de redução de caloria e atividade física aumentada.
 

Qual o benefício de BelViq?


Como citado anteriormente, é o controle do peso. Já que a funcionalidade desse medicamento é diminuir o consumo de alimentos e promover a saciedade ativando seletivamente alguns receptores no sistema nervoso central.
 

Composição do BelViq


Cada comprimido de BelViq contém: 10,4 mg de cloridrato de lorcasserina hemihidratado equivalente a 10mg de cloridrato de lorcasserina e 8,4mg de lorcasserina base.

Já os seus excipientes estão listados como:
 
  • - Celulose microcristalina;
  • - Dióxido de silício coloidal;
  • - Hidroxipropilcelulose;
  • - Croscarmelose sódica;
  • - Álcool polivinílico;
  • - Polietileno glicol;
  • - Dióxido de titânio;
  • - Talco;
  • - Índigo carmim alumínio laca;
  • - Estearato de magnésio.
 

Qual a dosagem do BelViq?


Atenção: a posologia deve ser seguida de acordo com as orientações do seu médico. Geralmente, segundo informações da bula original, o paciente deverá ingerir um comprimido duas vezes ao dia. Por fim, o profissional da saúde determinará uma dieta, que deverá ser seguida a risca para melhores resultados. Dentro de 12 semanas de tratamento aparecerá os primeiros sinais de perda de peso, caso contrario, será necessário parar o procedimento.
 

Como tomar BelViq?


Revestidos, na cor azul, de formato redondo e gravados com "A" em um lado e "10" do outro lado, os comprimidos do BelViq podem ser ingeridos com ou sem alimentos. Não sendo permitido parti-los ou mastigá-los. Caso esqueça de tomá-lo, aguarde o horário da próxima dose, não a dobrando de forma alguma.
 

As contraindicações do BelViq


Antes de tomar BelViq, diga a seu médico se você tem ou teve problemas no coração incluindo:
 
  • - Insuficiência cardíaca congestiva;
  • - Problemas nas valvas do coração;
  • - Batimento cardíaco lento ou bloqueio do coração.

Ou tenha:
 
  • - Diabetes
  • - Condições tal como anemia falciforme, mieloma múltiplo ou leucemia;
  • - Pênis deformado, doença de Peyronie, ou já teve uma ereção que durou mais de 4 horas;
  • - Problemas nos rins;
  • - Problemas no fígado;
  • - Esteja grávida ou planeja engravidar;
  • - Esteja amamentando ou planeja amamentar.

Para mais informações consulte a bula original do BelviQ, aqui mesmo em nosso site.
 

BelViq na gravidez?


Como citado anteriormente, BelViq não é recomendado para mulheres que desejam engravidar, que planejam engravidar ou que estão amamentando.

Não se sabe se BelViq passa para seu leite. Você e seu médico devem decidir se você tomará este medicamento ou amamentará. Você não deve fazer ambos.
 

BelViq possui efeitos colaterais?


Como toda medicação, BelViq também possui os seus efeitos colaterais, que estão divididos entre: muito comuns (dores de cabeça e nas costas), comuns (tosse e boca seca) e as mais graves (pressão alta). Obviamente, cada manifestação possui sua incidência e atingirá apenas uma parcela dos pacientes submetidos ao tratamento. Entretanto, confira a bula para ter acesso a lista completa de males.
 

BelViq dá sono?


Sim, a sonolência é um dos efeitos colaterais considerados "comuns". Por outro lado, Belviq também poderá desenvolver insônia. Dessa forma, evite operar maquinários e veículos enquanto não souber as reais manifestações que te afetam. Não utilize esse medicamento para fins não mencionados na indicação. Leia a bula.
 

Leia a bula do BelViq


A Drogaria Nova Esperança mantém o compromisso de disponibilizar a bula original do BelViq. Trabalhamos para que você receba todas as informações necessárias antes de decidir adquirir o que deseja em nossos departamentos.
 

Preço do BelViq


Buscando o menor preço do mercado relacionado ao remédio BelViq? Não deixe de aproveitar os melhores valores desse produto, os maiores descontos e a qualidade que só a nossa loja poderá proporcionar a você. Confira.
 

Onde comprar BelViq?


Aqui você encontra um eficiente serviço para entrega e total segurança dos seus dados durante a compra. Cadastre-se, aproveite os nossos descontos, parcele e em até 3x sem juros e compre o medicamento BelViq de forma mais barata, além de poder receber o produto no conforto da sua casa.
 

Sobre o laboratório Eurofarma


Com sede em São Paulo e no Rio de Janeiro e de presente mercado desde 1972, a Eurofarma é uma multinacional na indústria farmacêutica com foco nos segmentos de medicação controlada, isentos de prescrição e genéricos. Por possuir credibilidade, sua capitação já atinge diversos países da América do Sul e Central além da África e do Caribe.Os Produtos Eurofarma visam propor qualidade e eficiência, ao atender às necessidades do seu público, por meio de soluções inovadoras.
 
Este conteúdo foi extraído manualmente da bula original, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Andreia L. A. Bertasso - CRF: 44466. Não utilize este material como substituto ao conselho médico profissional. Esse texto possui apenas fins informativos. Leia a Bula Original.

Com o passar dos anos, invenções, estudos e dezenas de pesquisas possibilitaram a criação de produtos considerados benéficos e úteis à humanidade. Um exemplo disso são os serviços on-lines (compras, pagamentos, delivery, solicitções de documentos, entre outros), que tornam o dia a dia muito mais prático, sem exigir que as pessoas tenham que se lomover.

No entanto, diante do ato de não ter que sair do lugar e viver sob a correria, muitos acabam descuidando da saúde, bem como do bem-estar, o que impacta seriamente sobre a condição de vida, abrindo portas para males do século 21: a obesidade.
 

O que é a obesidade?


Considerada uma doença crônica, a obesidade é conhecida pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, causada pela alimentação inadequada, como é o caso das calorias, bem como por fatores genéticos e ambientais, seguido da falta de excercícios, também chamado de sedentarismo.

Já a obesidade infantil, por exemplo, é diagnosticada quando a criança está com o peso superior ao recomendado para sua idade e altura. Aspectos sociais, econômicos, genéticos e alimentares influenciam na manifestação do quadro, que também pode resultar em diabetes e na elevação do colesterol ruim (LDL).

Também existe a obesidade adulta que é definida por atingir pessoas com mais de 18 anos, por diversos motivos, como citado anteriormente, sendo que, na maioria das vezes, estes estão atrelados a uma alimentação indaqueda, sedentarismo e complexidades socioeconômicas.

Por fim, não menos importante, a obesidade morbida já é um quadro mais avançado do sobrepeso. Neste exemplo, o paciente está com peso muito acima do recomendado, chegando ao ponto de ter extremas dificuldades de locomoção.

 

Qual é o índice de obesidade no Brasil?


Apenas entre 2006 e 2018, o número de pessoas consideradas obesas saltou para 67,8%. É o que afirma a última pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde. Os dados ainda apontam que os brasileiros adultos lideram o ranking à medida que se enquadram na faixa de 35 a 34 anos e 35 a 44 anos, assumindo 84,2% e 81,1% da taxa de avaliação.

Quanto a situação infantil, crianças entre 5 a 9 anos, ao todo, equivalem a 12,9%, ou seja, boa parte dos brasileiros já iniciam a vida com problemas de saúde.

 

Obesidade: quais são as causas, sintomas e consequências?


No geral, a maior causa da obesidade é o consumo excessivo de alimentos calóricos, seguido da falta da prática de exercícios, aliado de fatores psicológicos e físicos.

São diversos os sintomas ocasionados pela doença. No entanto, alguns manifestão com mais intensidade do que os demais, como listado abaixo:

 

  • Falta de ar;
  • Dores corporais;
  • Falta de condicionamento físico;
  • Roncos e apnéia;
  • Varizes;
  • Ansiedade.


Dainte disso, as consequências se estendem pela extrema indisposição para realizar tarefas comuns, como subir uma escada e fazer a higiene íntima, por exemplo. Porém, as reações são ainda mais complexas, quando o assunto é a saúde interna, por conta do organismo ficar vulnerável à hipertensão, diabetes, transtornos psicológicos, doenças cardíaca, entre tantos outros.

 

Índice de Massa Corporal (IMC): como funciona?


Para ajudar a entender sobre o seu estado de saúde com relação a obesidade, o Índice de Massa Corporal, também conhecido por IMC, nada mais é que a divisão da massa corporal pela altura da pessoa, que tem como próposito ajudar no diagnótico do excesso de peso.

Funciona da seguinte forma: multiplique sua altura por ela mesma: 1,70 X 1,70 = 2,89

Em seguida, divida o resultado pela quadrado da altura: 70/2,89 = 24,22

Assim, o resultado será 24, valor que deve ser comparado conforme a lista abaixo.

IMC Resultado
Menos do que 18,5 Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,9 Peso normal
Entre 25 e 29,9 Sobrepeso
Entre 30 e 34,9 Obesidade grau 1
Entre 35 e 39,9 Obesidade grau 2
Mais do que 40 Obesidade grau 3

 

Tratamento de obesidade: como acontece?


Atualmente, há diversos cronogramas de tratamentos que visam aliviar e tratar os desconfortos causados pela obesidade. A mais conhecida, independente da idade, é a reeducação alimentar e física, sendo que primeira busca eliminar o consumo de alimentos calóricos, e a segunda, estimular a prática de exercícios.

Em suma, a maioria dos procedimentos são aliados de um acompanhamento que visa ajudar no campo emocional e social da pessoa, que muitas vezes são os maiores influenciadores desta doença mundialmente conhecida.

Belviq Bula
Princípio Ativo: cloridrato de lorcasserina hemi-hidratado

 

Apresentação


Comprimidos revestidos 10 mg: embalagens de 10 e 60 comprimidos revestidos.

USO ORAL
USO ADULTO

 

Composição do Belviq


Cada comprimido revestido contém:

10,4 mg* de cloridrato de lorcasserina hemi-hidratado e os excipientes *celulose microcristalina, dióxido de silício coloidal, hidroxipropilcelulose, croscarmelose sódica, álcool polivinílico, polietileno glicol, dióxido de titânio, talco, índigo carmim alumínio laca e estearato de magnésio.

*Equivalente a 10 mg de de cloridrato de lorcasserina e 8,4 mg de lorcasserina base.

 

Para que Belviq é indicado?


Belviq é um medicamento de prescrição que pode ajudar alguns adultos obesos ou adultos com sobrepeso que também têm problemas médicos relacionados ao peso, a perderem peso e manter o peso baixo.

 

Como Belviq funciona?


Acredita-se que a lorcasserina diminua o consumo de alimentos e promova a saciedade ativando seletivamente alguns receptores no sistema nervoso central. O mecanismo de ação exato não é conhecido.

 

Quando não devo usar Belviq?


Não tome Belviq se você está grávida ou planejando engravidar, pois este medicamento pode prejudicar seu bebê não nascido.

Este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento.

 

O que devo saber antes de usar Belviq?


Antes de tomar Belviq, diga a seu médico se você:

  • - tem ou teve problemas no coração incluindo:
    • - insuficiência cardíaca congestiva
    • - problemas nas valvas do coração
    • - batimento cardíaco lento ou bloqueio do coração
  • - tem diabetes
  • - tem uma condição tal como anemia falciforme, mieloma múltiplo ou leucemia
  • - tem um pênis deformado, doença de Peyronie, ou já teve uma ereção que durou mais de 4 horas
  • - tem problemas nos rins
  • - tem problemas no fígado
  • - está grávida ou planeja engravidar
  • - está amamentando ou planeja amamentar. Não se sabe se Belviq passa para seu leite. Você e seu médico devem decidir se você tomará Belviq ou amamentará. Você não deve fazer ambos.


Diga a seu médico sobre todos os medicamentos que você toma, incluindo medicamento com e sem prescrição, vitaminas e fitoterápicos.

Belviq pode afetar o modo como outros medicamentos funcionam, e outros medicamentos podem afetar o modo como Belviq funciona.

Especialmente diga a seu médico se você toma medicamentos para depressão, enxaqueca ou outras condições médicas tais como:

  • - triptanos, usados para tratar enxaqueca;
  • - medicamentos usados para tratar humor, ansiedade, transtornos psicóticos ou de pensamento, incluindo tricíclicos, lítio, inibidores seletivos de recaptação de serotonina (SSRIs), inibidores seletivos de recaptação de serotonina-norepinefrina (SNRIs), inibidores da monoamina oxidase (IMAOs), ou antipsicóticos;
  • • cabergolina;
  • • linezolida, um antibiótico;
  • • tramadol;
  • • dextrometorfano, um medicamento sem prescrição usado para tratar resfriado comum ou tosse;
  • • suplementos sem prescrição tais como triptofano ou Erva de São João;
  • • medicamentos para tratar disfunção erétil Durante tratamento de longo prazo (mais de 1 ano) com Belviq, houve alguma recuperação de peso como é observado em todos os estudos de medicamentos para emagrecimento. No entanto, aqueles que continuaram tomando Belviq tiveram uma recuperação de peso menor do que aqueles que mudaram para placebo (comprimido sem lorcasserina).


A maior parte do peso que é perdido no tratamento com Belviq é gordura, mas uma pequena parte da perda de peso é massa magra (que é perda de peso de partes do corpo que não é gordura, como por exemplo, massa muscular).

Não dirija um carro ou opere maquinário até que você saiba como Belviq afeta você. Belviq pode tornar seu pensamento mais lento.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

 

Onde, como e por quanto tempo posso guardar Belviq?


Armazenar Belviq em temperatura ambiente entre 15°C e 30°C.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.


Os comprimidos de Belviq 10 mg são fornecidos como comprimidos revestidos, azuis, redondos, biconvexos, gravados com “A” em um lado e “10” do outro lado. Os comprimidos não são sulcados.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças

 

Como devo usar Belviq


A dose usual do Belviq é de um comprimido duas vezes ao dia, porém o médico poderá recomendar uma posologia divergente mediante necessidade de cada paciente. Não é seguro alterar as doses de administração sem consultar o médico.

Seu médico deve iniciar você em uma dieta e programa de exercícios quando você começar a tomar Belviq. Mantenha-se neste programa enquanto você estiver administrando o composto.



Atenção:Seu médico pode dizer a você para parar de tomar Belviq se você não perder certa quantidade de peso dentro das primeiras 12 semanas do tratamento.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

 

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar Belviq?


Se você esquecer-se de tomar sua dose espere pela próxima dose programada. Não duplique sua dose para compensar a dose esquecida.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

 

Quais os males que Belviq pode me causar?


As reações adversas de Belviq incluem:

Reações adversas muito comuns (ocorrem em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):

  • - Dor de cabeça (dor ou desconforto na cabeça, couro cabeludo ou pescoço)
  • - Baixa quantidade de açúcar no sangue (em pacientes com diabetes mellitus tipo 2, condição em que um órgão chamado pâncreas não fabrica insulina (um hormônio que ajuda o corpo a usar o açúcar como energia) suficiente, ou o corpo não consegue usar a insulina corretamente.
  • - Infecção do trato respiratório superior (nariz, garganta e traqueia)
  • - Nasofaringite (resfriado comum)
  • - Dor musculoesquelética (dor no músculo e osso)
  • - Dor nas costas


Reações adversas comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):

  • - Vômitos
  • - Diarreia
  • - Náusea (mal estar do estômago)
  • - Constipação (intestino preso)
  • - Boca seca (falta de saliva)
  • - Fadiga (sensação de cansaço)
  • - Infecção do trato urinário (infecção nos rins, uretra ou bexiga)
  • - Visão embaçada (incapacidade de enxergar os detalhes finos, perda de visão clara, nítida)
  • - Erupção cutânea (alteração na pele que afeta a sua cor, aparência ou textura)
  • - Tosse
  • - Dor orofaríngea (dor de garganta)
  • - Congestão nasal (nariz entupido)
  • - Tontura (sensação de vertigem, desmaio ou instabilidade)
  • - Comprometimento cognitivo (diminuição do nível de consciência e raciocínio)
  • - Sonolência
  • - Dor de dente
  • - Edema periférico (inchaço das pernas)
  • - Gastroenterite (inflamação do estômago e intestinos)
  • - Agravamento da diabetes mellitus (em pacientes com diabetes tipo 2, condição em que um órgão chamado pâncreas não fabrica insulina (um hormônio que ajuda o corpo a usar o açúcar como energia) suficiente, ou o corpo não consegue usar a insulina corretamente
  • - Espasmos musculares (torção dolorosa, repentina e forte do músculo)
  • - Depressão (sentimento de tristeza e perda de interesse)
  • - Ansiedade (medo, temor)
  • - Insônia (problema para dormir, falta de sono)
  • - Stress (cansaço físico e mental, preocupação)
  • - Alergia sazonal (reação, coceira, urticária, problemas para respirar associados com a época do ano)
  • - Hipertensão (pressão alta)


Belviq também pode causar efeitos colaterais graves, incluindo:

  • - Aumento na prolactina. Belviq pode aumentar a quantidade de certo hormônio que seu corpo produz chamado prolactina. Diga a seu médico se seu seio começar a produzir leite ou uma secreção leitosa ou se você for um homem e sua mama começar a aumentar em tamanho.
  • - Batimento lento do coração. Belviq pode fazer seu coração bater mais devagar. Diga a seu médico se você tem uma história de batimento lento do coração ou bloqueio no coração.
  • - Alterações na sua atenção ou memória.
  • - Problemas mentais. Tomar Belviq em doses altas pode causar problemas psiquiátricos tais como:
    • * alucinações
    • * sentir-se muito animado ou em muito bom humor (euforia)
    • * sentir-se perto de si mesmo ou fora do seu corpo (disassociação)
  • - Depressão ou pensamentos de suicídio. Você deve prestar atenção a quaisquer alterações mentais, especialmente alterações súbitas em seu humor, comportamentos, pensamentos ou sentimentos. Chame seu médico imediatamente se você tiver quaisquer alterações mentais que sejam novas, piores, ou preocupem você.
  • - Diminuições nas suas contagens de células do sangue. Belviq pode causar diminuição nas contagens de suas células vermelhas e brancas do sangue. Seu médico pode fazer testes para verificar sua contagem de células do sangue enquanto você estiver tomando Belviq.
  • - Reações do tipo Síndrome de Serotonina ou Síndrome Neuroléptica Maligna (SNM). Belviq e certos medicamentos para depressão, dor de cabeça, resfriado comum, ou outros problemas médicos podem afetar um ao outro causando efeitos colaterais graves ou ameaçadores à vida. Chame seu médico imediatamente se você começar a sentir qualquer um dos seguintes sintomas enquanto tomar Belviq:
    • * alterações mentais tais como agitação, alucinações, confusão, ou outras alterações no estado mental
    • * problemas de coordenação, espasmos musculares incontrolados, ou contração muscular (reflexos super-reativos)
    • * inquietação
    • * batimento cardíaco rápido, pressão arterial alta ou baixa
    • * sudorese ou febre
    • * náusea, vômito, ou diarreia
    • * rigidez muscular (músculos duros)
  • - Doença valvular cardíaca. Algumas pessoas tomando medicamentos como Belviq tiveram problemas com as válvulas do coração. Chame seu médico imediatamente se você sentir qualquer dos seguintes sintomas enquanto tomar Belviq:
    • * dificuldade para respirar
    • * inchaço dos braços, pernas, tornozelos ou pés
    • * tontura, fadiga, ou fraqueza que não vai embora
    • * batimento cardíaco rápido ou irregular
  • - Ereções dolorosas (priapismo). A substância ativa no Belviq pode causar ereções dolorosas que podem durar mais de 6 horas. Se você tiver uma ereção durando mais que 4 horas, dolorosa ou não, pare de usar Belviq e chame seu médico ou vá a um hospital imediatamente.
  • Estes não são todos os efeitos colaterais possíveis de Belviq. Para mais informações, pergunte a seu médico ou farmacêutico.

 

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa através do seu serviço de atendimento.


Atenção: este produto é um medicamento novo e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico ou cirurgião-dentista.
 

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada de Belviq?


A superdose de Belviq pode aumentar o risco de reações adversas. Se você tomou acidentalmente uma quantidade maior do que a recomendada, consulte o seu médico imediatamente.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
 

Dizeres Legais


MS- 1.7310.0006

Farmacêutico Responsável: Luiz Rogério M. Silva – CRF–SP 22.132

Fabricado por:
SIEGFRIED PHARMA AG

Untere Brühlstrasse 4, CH-4800, Zofingen, Suíça

Registrado e Importado por:
EISAI LABORATÓRIOS LTDA

Av. Dr. Cardoso de Melo, 1644, São Paulo - SP CNPJ: 08.416.362/0001-70

Comercializado por:
EUROFARMA LABORATÓRIOS S.A.

Av. Vereador José Diniz, 3.465 - São Paulo - SP
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

SAC 0800-762-5381

Venda sob prescrição médica.
Esta bula foi aprovada pela ANVISA em 24/12/2018

COMPRAR BELVIQ 10MG COM 60 COMPRIMIDOS

BELVIQ 10MG COM 60 COMPRIMIDOS

por apenas R$ 456,14
Email cadastrado com sucesso! Erro! Não foi possível realizar o cadastro. Carregando ...
Voltar ao topo

Para o perfeito funcionamento do site é preciso que o JavaScript esteja ativado no navegador.
Para ativá-lo, escolha seu navegador e siga as instruções abaixo:

Google Chrome

  1. Clique no ícone do menu na barra de ferramentas do navegador.
  2. Selecione Configurações.
  3. Clique no link Mostrar configurações avançadas....
  4. Clique em Configurações de conteúdo na seção Privacidade.
  5. Selecione Permitir que todos os sites executem JavaScript na seção JavaScript.

Mozilla Firefox

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções.
  3. Selecione Conteúdo no menu de navegação superior.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript e clique em OK.

Internet Explorer

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções da Internet.
  3. Clique na guia Segurança.
  4. Clique em Nível personalizado.
  5. Desça até ver a seção Scripts.
  6. Em "Script ativo", selecione Ativar e clique em OK.

Apple Safari

  1. Abra o menu Safari na barra de ferramentas do navegador.
  2. Escolha Preferências.
  3. Escolha Segurança.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript.
Olá, posso ajudar?
Indicativo de Busca
Televendas 11 3990-7720
Chat Fale agora com nossos atendentes