AMOXICILINA 500MG COM 20 CÁPSULAS

SANDOZ
COMPRAR AMOXICILINA 500MG COM 20 CÁPSULAS  - SANDOZ
-58%
Produto Genérico
    Este produto tem comercialização proibida pela internet MEDICAMENTO SUJEITO A CONTROLE ESPECIAL PORTARIA Nº 344 - 01/02/1999 - MINISTÉRIO DA SAÚDE

    Por determinação da Anvisa, este medicamento não pode ser comercializado pela internet. Para mais informações, entre em contato com o nosso televendas.

    Televendas: 11 3990-7720
  • Para que serve

    • Amigdalite; gonorréia; infecções da pele; infecções na boca; infecções respiratórias; infecção urinária; otite; sinusite; candidíase; gastrite; úlcera.
  • Ficha Técnica

    • Nome do Produto: AMOXICILINA 500MG COM 20 CÁPSULAS
    • SKU: 5660
    • Registro Ministério da Saúde: 1004704270070
    • Princípio Ativo: AMOXICILINA
    • Fabricante: SANDOZ
    • SAC Fabricante: 0800-400-9192
    • E-mail Fabricante: SANDOZ@SANDOZ.COM.BR
Comprar Amoxicilina 500mg com 20 cápsulas com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Amoxicilina na categoria de Controlados. Amoxicilina comprar com quem tem mais de 40 anos de tradição.
Mais informações sobre o produto

AMOXICILINA 500MG COM 20 CÁPSULAS

Voltar Descrição
FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES Cápsula de 500mg: embalagens com 15, 21, 30 e 210* cápsulas * Embalagem hospitalar USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada cápsula contém: 574mg de amoxicilina triidratada.........equivalente a 500mg de amoxicilina base excipiente q.s.p....................................................................................1 cápsula (dióxido de silício e estearato de magnésio). Obs: O material da cápsula de amoxicilina 500mg contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDC Nº 05) INFORMAÇÕES AO PACIENTE - Ação esperada do medicamento: O uso da amoxicilina é indicado principalmente em casos de infecções não complicadas causadas por bactérias que são sensíveis a este antibiótico. - Cuidados de armazenamento: Conservar em temperatura ambiente entre 15° e 30° C. Proteger da luz e umidade. - Prazo de validade: 24 MESES a partir da data de fabricação contida na embalagem externa. Não use medicamento com o prazo de validade vencido, poderá ocorrer diminuição significativa do seu efeito terapêutico. - Gravidez e lactação: “Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término”. “Informe seu médico se está amamentando”. - Cuidados de administração: A dose a ser utilizada deverá ser orientada pelo médico. - “Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento”. - Interrupção do tratamento: “Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico”. - Reações adversas: “Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como: dores na barriga, náusea, vômito, diarréia e presença excessiva de gás no estômago e intestino”. - O material da cápsula de amoxicilina 500mg contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDC Nº 05) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico. - “TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS”. - Ingestão concomitante com outras substâncias: A amoxicilina pode ser administrada antes, durante ou após as refeições. A amoxicilina não deve ser administrada concomitantemente a bebidas alcoólicas. - Contra-indicações: É contra-indicada a pacientes com história de reações alérgicas e hipersensibilidade às penicilinas ou a qualquer outro componente da fórmula. - “Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando antes do início ou durante o tratamento”. - “NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE”. INFORMAÇÕES TÉCNICAS A amoxicilina é uma penicilina semi-sintética de amplo espectro de ação, derivada do núcleo básico da penicilina, o ácido 6-aminopenicilânico e é quimicamente conhecida como D-(-)-alfa-amino p-hidroxibenzilpenicilina. A amoxicilina é estável na presença de suco gástrico e por isso pode ser administrada concomitantemente às refeições. Sua absorção pelo trato gastrintestinal atinge 75 a 90% da dose oral. Seu nível máximo ocorre em uma hora após a administração oral. A amoxicilina difunde-se rapidamente na grande maioria dos fluidos e tecidos orgânicos, com exceção do cérebro e seus fluidos. A meia-vida da amoxicilina é de aproximadamente 1 hora. Cerca de 50 a 70% é excretada de forma inalterada na urina e esta excreção pode se tornar mais lenta pela administração concomitante de probenecida. A amoxicilina apresenta baixo índice de ligação protéica no sangue, sendo que aproximadamente 20% da amoxicilina se liga às proteínas plasmáticas. A amoxicilina possui largo espectro de atividade bactericida contra muitos microrganismos gram-positivos e gram-negativos. Porém, ela é suscetível à degradação por beta-lactamases, e, portanto, o espectro de ação não inclui organismos que produzem estas enzimas. A amoxicilina é bactericida para uma larga faixa de bactérias, incluindo: Streptococcus, espécies de Staphylococcus não-produtoras de betalactamase, Pneumococcus, Enterococcus, Listeria, Corynebacterium, Clostridia, Bacillus anthracis, Erysipelothrix, Rhusiopathial e bactérias gramnegativas, como Meningococcus, Bordetella pertussis, Haemophilus influenzae e parainfluenzae, Escherichia coli, Proteus mirabilis, Salmonellae e Shigellae. INDICAÇÕES A amoxicilina é indicada para tratamento das infecções causadas por microrganismos sensíveis à sua ação. CONTRA-INDICAÇÕES A AMOXICILINA É CONTRA-INDICADA A PACIENTES COM HISTÓRIA DE REAÇÕES ALÉRGICAS E DE HIPERSENSIBILIDADE ÀS PENICILINAS OU A QUALQUER OUTRO COMPONENTE DA FÓRMULA. NOS CASOS DE INFECÇÕES POR STAPHYLOCOCCUS PENICILINO-RESISTENTES E NAS PRODUZIDAS POR BACILO PIOCIÂNICO, RICKETTSIAS E VÍRUS. PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS A segurança para o uso de amoxicilina na gravidez não foi estabelecida, o risco-benefício deve ser avaliado em caso de necessidade de uso. Reações de hipersensibilidade (anafilactóides) graves e, ocasionalmente, fatais têm sido relatadas em pacientes sob terapia com penicilinas. Apesar da anafilaxia ser mais freqüente após terapia parenteral, tem ocorrido em pacientes em uso de penicilina oral. Essas reações são mais propensas de ocorrer em indivíduos com história de sensibilidade a múltiplos alérgenos. Tem havido relatos bem documentados de indivíduos com história de reações de hipersensibilidade à penicilina que apresentaram graves reações de hipersensibilidade quando tratados com uma cefalosporina. Erupções eritematosas têm sido associadas a febre glandular em pacientes recebendo amoxicilina. Antes de se iniciar o tratamento com uma penicilina, recomenda-se verificar cuidadosamente se o paciente já apresentou história prévia de alguma forma de alergia às penicilinas, cefalosporinas e outros alérgenos. Se diagnosticada uma reação alérgica, o tratamento deve ser descontinuado e a terapia adequada instituída. Reações anafilactóides graves requerem tratamento imediato de emergência com epinefrina, oxigênio, esteróides intravenosos e cuidados com a manutenção das vias aéreas, incluindo entubação traqueal, deverão ser adotados conforme indicado. Da mesma forma que com outras drogas potentes, o acompanhamento das funções renal, hepática e hematopoiética deve ser feito durante a terapia prolongada. A posologia deve ser ajustada em pacientes com insuficiência renal. Muitos pacientes com mononucleose e em tratamento com penicilinas desenvolvem erupções cutâneas, sendo assim, desaconselha-se o uso de amoxicilina a essa classe de pacientes. A possibilidade de superinfecções por fungos ou bactérias deve ser considerada durante o tratamento. Se a superinfecção ocorrer (usualmente envolvendo Enterobacter, Pseudomonas ou Candida), a droga deve ser descontinuada ou a terapia apropriada instituída. A amoxicilina, da mesma forma que outros antibióticos desta classe, é excretada pelo leite materno; portanto, deve-se ter cuidado quando é administrada a mulheres que estão amamentando, pois pode provocar no lactente diarréia, candidíase e erupção cutânea. A ocorrência de diarréia pode interferir na absorção de outros medicamentos reduzindo a eficácia destes. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS A probenecida inibe a excreção renal da amoxicilina. O seu uso concomitante com amoxicilina pode resultar em um aumento do nível de amoxicilina no sangue; portanto, não é recomendado. A amoxicilina não deve ser administrada concomitantemente com antibacterianos bacteriostáticos (tetraciclinas, eritromicina, sulfonamidas, cloranfenicol), já que um efeito antagônico pode ocorrer. A administração concomitante de alopurinol durante o tratamento com amoxicilina pode aumentar a probabilidade de ocorrência de reações alérgicas da pele. A absorção de digoxina, quando usada concomitantemente, pode ser aumentada durante o tratamento com amoxicilina. Da mesma forma que outros antibióticos de amplo espectro, amoxicilina pode reduzir a eficácia dos contraceptivos orais que contenham estrogênio. REAÇÕES ADVERSAS Como ocorre com outras drogas da mesma classe, espera-se que as reações desagradáveis estejam essencialmente limitadas aos fenômenos de hipersensibilidade. Elas são mais prováveis de ocorrer em indivíduos que tenham demonstrado hipersensibilidade às penicilinas e naqueles que tenham história de alergia, asma, febre do feno ou urticária. As seguintes reações adversas foram associadas ao uso de penicilinas: 1.Gastrintestinais: náusea, vômito e diarréia. Candidíase intestinal e colite associada ao antibiótico, icluindo colite hemorrágica e pseudomembranosa, têm sido raramente relatadas; 2.Reações de hipersensibilidade: erupção eritematosa e urticária, que podem ser controlados com anti-histamínicos e, se necessário, corticosteróides sistêmicos. Raramente reações cutâneas como eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson e dermatite esfoliativa e bolhosa têm sido relatadas. Sempre que tais reações ocorrem, a amoxicilina deve ser descontinuada, a não ser que o médico seja contrário à interrupção do tratamento. Semelhantemente aos outros antibióticos, reações alérgicas graves incluindo edema angioneurótico, anafilaxia, doença do soro, vasculite e nefrite intersticial têm sido relatados raramente; 3.Hepáticas: um aumento moderado no TGO foi relatado mas a significância deste achado é desconhecida. Como ocorre com outros beta-lactâmicos, hepatite e icterícia colestática têm sido relatadas raramente; 4.Sistema sangüíneo e linfático: anemia, trombocitopenia, púrpura trombocitopênica, eosinofilia, leucopenia e agranulocitose foram relatadas durante a terapia com penicilina. Estas reações são geralmente reversíveis com a descontinuação da terapia e são tidas como fenômenos de hipersensibilidade; 5.Sistema Nervoso Central (SNC): hiperatividade reversível, agitação, ansiedade, insônia, confusão mental, mudanças no comportamento ou vertigem foram raramente relatadas. Convulsões podem ocorrer em pacientes com função renal comprometida ou naqueles recebendo altas doses. O material da cápsula de amoxicilina 500mg contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDC Nº 05) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico. POSOLOGIA Usualmente, a dose indicada para o adulto é 1 cápsula de 500 mg de 8 em 8 horas. SUPERDOSE É improvável que ocorram problemas de superdose com amoxicilina. Se aparecerem, sintomas gastrintestinais e distúrbios no balanço hidroeletrolítico poderão ser evidentes. Nesses casos, o tratamento é sintomático. A amoxicilina pode ser removida da circulação por hemodiálise. PACIENTES IDOSOS Os derivados penicilânicos têm sido utilizados em pacientes idosos (acima de 60 anos), não se tendo encontrado problemas específicos relacionados a estes pacientes. Entretanto, deve haver reajuste de dose para pacientes idosos com disfunções renais. Registro no M.S. nº 1.0465.0386 Farm. Responsável: Dra. Adriana da Silva Leite - CRF-GO Nº 2510 Nº do lote, data de fabricação e prazo de validade: VIDE CARTUCHO VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

"AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO."

Aproveite e Compre também

Os produtos abaixo são relacionados ao produto visitado, aproveite para conhecê-los.

COMPRAR AMOXICILINA 500MG COM 20 CÁPSULAS  - SANDOZ

AMOXICILINA 500MG COM 20 CÁPSULAS

por apenas R$ 11,06
Outubro Rosa
Genérico
CADASTRAR
Email cadastrado com sucesso! Erro! Não foi possível realizar o cadastro. Carregando ...
Voltar ao topo

Para o perfeito funcionamento do site é preciso que o JavaScript esteja ativado no navegador.
Para ativá-lo, escolha seu navegador e siga as instruções abaixo:

Google Chrome

  1. Clique no ícone do menu na barra de ferramentas do navegador.
  2. Selecione Configurações.
  3. Clique no link Mostrar configurações avançadas....
  4. Clique em Configurações de conteúdo na seção Privacidade.
  5. Selecione Permitir que todos os sites executem JavaScript na seção JavaScript.

Mozilla Firefox

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções.
  3. Selecione Conteúdo no menu de navegação superior.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript e clique em OK.

Internet Explorer

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções da Internet.
  3. Clique na guia Segurança.
  4. Clique em Nível personalizado.
  5. Desça até ver a seção Scripts.
  6. Em "Script ativo", selecione Ativar e clique em OK.

Apple Safari

  1. Abra o menu Safari na barra de ferramentas do navegador.
  2. Escolha Preferências.
  3. Escolha Segurança.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript.
Olá, posso ajudar?
Indicativo de Busca
Televendas 11 3990-7720
Chat Fale agora com nossos atendentes