DIVELOL 3,125MG COM 28 COMPRIMIDOS

BALDACCI
COMPRAR DIVELOL 3,125MG COM 28 COMPRIMIDOS
-25%

Desculpe-nos, nosso estoque para este produto está esgotado.

Avise-me quando chegar
Out of stock
Comprar Divelol 3,125mg com 28 comprimidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Divelol na categoria de Cardiológico. Divelol comprar com quem tem mais de 40 anos de tradição.
Mais informações sobre o produto

Comprar divelol 3,125mg com 28 comprimidos com o melhor Preço.

Voltar Descrição

Qual a indicação do Divelol 3,125mg?


Divelol é um medicamento cardiológico, de 3,125mg, com caixa de 28 comprimidos, de uso adulto e administrado por via oral (boca), sendo indicado para tratar insuficiência cardíaca congestiva (insuficiência do coração), angina do peito (dor no peito de origem cardíaca) e hipertensão arterial (pressão alta).
 

Qual o benefício do Divelol 3,125mg?


Com uma poderosa ação, a fórmula do remédio Divelol serve para ajudar enfermos que sofrem com a manifestação de desconfortos que afrontam a saúde do coração. Para isso, seu feito carrega naturalidade e delicadeza, sem que este tenha sua saúde exposta, muito menos agredida.
 

Composição do Divelol


Ao todo, cada comprimido de tal medicação contém 3,125mg de carvedilol (princípio ativo), além dos excipientes celulose microcristalina, crospovidona, dióxido de silício, estearato de magnésio, lactose.
 

Qual a dosagem do Divelol 3,125mg?


De acordo com a bula original de Divelol, recomenda-se ingerir a dosagem mais próxima do seu estado de saúde, já que cada grau de doença varia de intensidade, consequente de um cuidado maior. Isso dado, é sugerido procurar um médico especialista que entenda do caso.
 

Como tomar Divelol


É importante que Divelol seja consumido por via oral, ou seja, pela boca, com o auxílio de um copo de água filtrada, devido os comprimidos de 3,125mg serem circulares, de cor branca, marcado T em um de suas faces.
 

As contraindicações do Divelol 3,125mg


No geral, o medicamento para o coração Divelol é um conteúdo contraindicado às pessoas alérgicas à sua formulação (vide substâncias), bem como por aquelas que manifestem os seguintes casos:
 
  • - Insuficiência cardíaca descompensada/instável;
  • - Insuficiência do fígado;
  • - Arritmias cardíacas (irregularidades do ritmo cardíaco);
  • - Asma brônquica ou doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • - Bloqueio atrioventricular (bloqueio dos impulsos nervosos no coração) de 2º ou 3º grau;
  • - Síndrome do nó sinusal (incluindo bloqueio sinoatrial);
  • - Choque cardiogênico (queda acentuada da pressão por problema cardíaco);
  • - Pressão arterial muito baixa.
 

Divelol na gravidez?


Na gravidez, assim como no período de amamentação, não se deve utilizar Divelol sem orientação e indicação médica, por conta da automedicação refletir seriamente sobre o lei materno, sendo transmitido à criança.
 

Divelol 3,125mg possui efeitos colaterais?


Os efeitos colaterais de Divelol não são iguais para todos. Mas há casos que estes podem ser muito comum: fadiga; comum: irritação ocular; incomum: constipação; e muito rara: hipersensibilidade.

Atenção: Conheça as demais reações, lendo a bula original completa aqui mesmo em nosso site.
 

Divelol dá sono?


Não há probabilidade de o tratamento com Divelol deixar o paciente sonolento. Mas, por outro lado, o mesmo poderá sentir uma certa quantidade para dormir, o que não confirma que todos passarão por isso.

Atenção: Não utilize o remédio para fins não citados em bula.
 

Leia a bula do Divelol


A Drogaria Nova Esperança mantém o compromisso de disponibilizar a bula original do Divelol. Trabalhamos para que você receba todas as informações necessárias antes de decidir adquirir o que deseja em nossos departamentos.
 

Preço do Divelol


Buscando o menor preço do Divelol? Não deixe de aproveitar os melhores valores desse produto, os maiores descontos e a qualidade que só a nossa loja poderá proporcionar a você. Confira.
 

Onde comprar Divelol?


Aqui você encontra um eficiente serviço para entrega e total segurança dos seus dados durante a compra. Cadastre-se, aproveite os nossos descontos, parcele e em até 3x sem juros e compre o medicamento Divelol de forma mais barata, além de poder receber o produto no conforto da sua casa.
 

Sobre o laboratório Baldacci


Presente no Brasil desde 1951, a Baldacci é uma gigante do segmento farmacêutico, que ampliou sua presença em boa parte do país. Contando com mais de 130 colaboradores, a empresa é referência em qualidade.Os Produtos Baldacci visam atender as necessidades e expectativas de seus consumidores, por meio de pesquisas e investimentos significativos.
 
Este conteúdo foi extraído manualmente da bula original, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Andreia L. A. Bertasso - CRF: 44466. Não utilize este material como substituto ao conselho médico profissional. Esse texto possui apenas fins informativos. Leia a Bula Original.

DIVELOL Composição - DIVELOL Carvedilol, em comprimidos de 6,25 mg, 12,5 mg e 25,0 mg. Informações técnicas - DIVELOL Agente bloqueador beta- adrenérgico não-seletivo, com atividade bloqueadora a-1 adrenérgica, sem atividade simpaticomimética intrínseca. Absorção rápida, sendo retardada quando a medicação for ingerida junto com a alimentação, o que reduz o risco de hipotensão1 ortostática, sem interferir, porém, na biodisponibilidade; meia-vida de 7 a 10 horas. Totalmente metabolizado; 98% da dose ingerida ligam-se às proteínas2, sendo eliminada pelas fezes e, menos de 2% pela urina3, na forma inalterada. DIVELOL reduz o débito cardíaco4, a taquicardia5 induzida por exercício e(ou) isoproterenol, bem como a taquicardia5 ortostática reflexa; atenua os efeitos da fenilefrina e reduz a resistência vascular6 periférica, geralmente dentro dos primeiros trinta minutos e, devido à sua ação a-1 bloqueadora, reduz a pressão arterial mais significativamente na posição ereta, daí a possibilidade de ocorrer hipotensão1 postural; reduz a atividade da renina plasmática após quatro semanas e aumenta os níveis do peptídeo natriurético atrial. Indicações - DIVELOL Insuficiência cardíaca7 leve ou moderada (classe II ou III NYHA) de origem isquêmica ou miocárdica, em associação com digitálicos, diuréticos8 ou inibidores da ECA; hipertensão arterial9, isoladamente ou associado a outros agentes, particularmente diuréticos8 do tipo tiazídico. Contra-indicações - DIVELOL Portadores de insuficiência cardíaca7 não- compensada classe IV (NYHA), asma10 brônquica, tendência a broncoespasmo11, bloqueio AV de segundo ou terceiro graus, doença do sinus (exceto em pacientes com marcapasso12), choque13 cardiogênico ou bradicardia14 severa, hipersensibilidade à droga, bem como não é recomendado a portadores de insuficiência hepática15 clinicamente manifesta. Precauções - DIVELOL A descontinuação do tratamento deve ser feita gradualmente, ao longo de uma a duas semanas. Como em estudos clínicos ocorreu bradicardia14 em 2% dos pacientes, se a freqüência cardíaca reduzir- se a menos de 55 batimentos/minuto, a dose deve ser diminuída; a ocorrência de hipotensão1 postural ou síncope16 foi maior durante os 30 primeiros dias de tratamento, o que torna conveniente orientar os pacientes a evitarem, no início da terapêutica, situações como dirigir ou realizar tarefas perigosas. Se houver piora da insuficiência cardíaca7 durante a fase de titulação da dose, aumentar a dose do diurético17 e manter (ocasionalmente diminuir ou até mesmo descontinuar temporariamente) a dose do DIVELOL, até que retorne a estabilidade clínica; após o que, continuar o processo de titulação. Em portadores de broncoespasmo11 não-alérgico (tipo bronquite crônica18 ou enfisema19) pode ser administrado com cautela, utilizando-se a menor dose eficaz possível para minimizar os efeitos do betabloqueio. Pode potencializar os efeitos da clonidina sobre a pressão arterial e freqüência cardíaca; se necessário interromper essa eventual associação, o DIVELOL deve ser descontinuado antes e, posteriormente, a clonidina, também de forma gradual. Com bloqueadores dos canais do cálcio podem ocorrer alterações na pressão arterial e no ECG, fatores estes que devem ser, por isso, monitorizados. Como qualquer betabloqueador, pode aumentar o efeito da insulina20 e hipoglicemiantes orais21, o que torna conveniente monitorização regular da glicose sangüínea22. Não existem estudos adequados ou bem controlados em grávidas; desta forma, tanto na gravidez23 quanto na lactação24, DIVELOL só deve ser administrado considerando-se o fator risco-benefício. Advertências - DIVELOL Embora DIVELOL possa ser administrado a hipertensos, portadores também, de insuficiência cardíaca7 controlada com digital, diuréticos8 e/ou inibidores da ECA, é preciso se ter em conta o fato de que tanto DIVELOL como a digital reduzem a condução AV. Como já foi observado, embora raramente, lesão hepática após carvedilol, portadores de lesão hepática, cirrose25 ou icterícia26 não devem receber DIVELOL. Como todos os betabloqueadores, pode agravar ou precipitar os sintomas27 de insuficiência28 arterial em portadores de doença vascular periférica29. Se necessário continuar o tratamento com DIVELOL em pacientes cirúrgicos, cuidado especial deverá ser tomado se forem receber anestésicos tais como éter, ciclopropano ou tricloroetileno, já que estes deprimem a função miocárdica. Como todos os betabloqueadores não- seletivos, pode potencializar a hipoglicemia30 induzida por insulina20 e retardar a recuperação dos níveis séricos de glicose31. Podendo mascarar os sintomas27 clínicos de hipertiroidismo, a sua suspensão abrupta pode exacerbar os seus sintomas27 ou precipitar uma crise tiroidiana. Reações adversas - DIVELOL Dos eventos adversos evidenciados, geralmente durante os primeiros trinta dias, apenas tontura32, bradicardia14, hipotensão1 e hipotensão1 postural, relacionados ao aumento das doses na fase de titulação. Posologia - DIVELOL Insuficiência cardíaca congestiva33: Dose individualizada e monitorizada durante a fase inicial, estabilizando antes a dosagem de digital, diuréticos8 e inibidores da ECA (se utilizados). Iniciar com 6,25 mg duas vezes ao dia por duas semanas; se bem tolerada, poderá ir sendo dobrada a cada duas semanas, até o nível mais alto tolerado pelo paciente ou a critério médico. Dose máxima: 25 mg duas vezes ao dia para pacientes34 com menos de 85 kg e 50 mg duas vezes ao dia para aqueles com mais de 85 kg. Hipertensão arterial9: Dose individualizada, sendo inicialmente de 6,25 mg duas vezes ao dia, por uma a duas semanas, podendo ser aumentada, se bem tolerada, para 1,25 mg duas vezes ao dia e dobrada a cada uma a duas semanas, ou a critério médico; a dose diária máxima recomendada é de 50 mg e o efeito anti- hipertensivo é alcançado no período de uma a duas semanas. Superdosagem - DIVELOL A sua ocorrência determina: hipotensão1 severa, bradicardia14, insuficiência cardíaca7, choque13 cardiogênico ou parada cardíaca; podem também ocorrer broncoespasmo11, vômito35, lapsos de consciência e convulsões generalizadas. Nessas situações, o tratamento com antídoto36 apropriado deve ser mantido por tempo suficientemente longo, considerando- se a meia-vida do carvedilol, que é de 7 a 10 horas. Apresentação - DIVELOL Caixas com 28 comprimidos de 6,25 mg, 12,5 mg e 25 mg de carvedilol. Laboratórios BALDACCI S.A. DIVELOL - Laboratório BALDACCI Rua Pedro de Toledo, 519/520 São Paulo/SP - CEP: 04039-031 Tel: 55 (011) 549-3222 Fax: 55 (011)549-4371 Email: lbadacci@lbadacci.com.br Site: http://www.lbaldacci.com.br/

"ISTO É UM MEDICAMENTO, NÃO USE SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA E ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO."

Aproveite e Compre também

Os produtos abaixo são relacionados ao produto visitado, aproveite para conhecê-los.

COMPRAR DIVELOL 3,125MG COM 28 COMPRIMIDOS

DIVELOL 3,125MG COM 28 COMPRIMIDOS

por apenas R$ 26,83
Email cadastrado com sucesso! Erro! Não foi possível realizar o cadastro. Carregando ...
Voltar ao topo

Para o perfeito funcionamento do site é preciso que o JavaScript esteja ativado no navegador.
Para ativá-lo, escolha seu navegador e siga as instruções abaixo:

Google Chrome

  1. Clique no ícone do menu na barra de ferramentas do navegador.
  2. Selecione Configurações.
  3. Clique no link Mostrar configurações avançadas....
  4. Clique em Configurações de conteúdo na seção Privacidade.
  5. Selecione Permitir que todos os sites executem JavaScript na seção JavaScript.

Mozilla Firefox

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções.
  3. Selecione Conteúdo no menu de navegação superior.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript e clique em OK.

Internet Explorer

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções da Internet.
  3. Clique na guia Segurança.
  4. Clique em Nível personalizado.
  5. Desça até ver a seção Scripts.
  6. Em "Script ativo", selecione Ativar e clique em OK.

Apple Safari

  1. Abra o menu Safari na barra de ferramentas do navegador.
  2. Escolha Preferências.
  3. Escolha Segurança.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript.
Olá, posso ajudar?
Indicativo de Busca
Televendas 11 3990-7720
Chat Fale agora com nossos atendentes