SELENE COM 63 COMPRIMIDOS REVESTIDOS

EUROFARMA
COMPRAR SELENE COM 63 COMPRIMIDOS REVESTIDOS
-11%

Desculpe-nos, nosso estoque para este produto está esgotado.

Avise-me quando chegar
Out of stock
Comprar Selene com 63 comprimidos revestidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Selene na categoria de Anticoncepcional. Selene comprar com quem tem mais de 40 anos de tradição.
Mais informações sobre o produto

Comprar selene com 63 comprimidos revestidos com o melhor Preço.

Voltar Descrição

Qual a indicação do Selene 63?


Selene 63 é um medicamento da linha de anticoncepcionais, com 0,035mg de etinilestradiol e 2,0mg de acetato de ciproterona (princípios ativos) em uma embalagem contendo 63 comprimidos, de uso adulto e administrado por via oral, sendo indicado no tratamento de doenças ligadas aos hormônios andrógenos feminino, responsáveis por gerar o aparecimento de acne, seborreia, inflamações ou formações de nódulos, além de evitar uma possível gestação.

Dúvidas frequentes sobre o uso do anticoncepcional Selene 63


Na maioria das vezes, o uso de alguns tipos de remédios geram diversas dúvidas sobre como ingeri-lo, o horário mais adequado, sua administração, além de outras curiosidades muito comuns em torno do universo dos medicamentos. Para isso, a seguir, há algumas respostas para ajudar o paciente a consumir o medicamento de maneira eficaz e segura.

O que fazer quando o Selene 63 for o primeiro contraceptivo?


Neste caso, o paciente precisa consumir o primeiro comprimido no primeiro dia de sua menstruação, tomando o remédio conforme o dia da semana. Exemplo: se o sangramento ocorrer em uma segunda-feira, utilize o comprimido indicando (na embalagem) o respectivo dia.

O que fazer quando o paciente está trocando seu contraceptivo pelo Selene 63


Primeiramente, é importante que a mulher encerre o último contraceptivo, tomando todos os seus comprimidos. Após isso, inicie a ingestão do Selene 63 no dia indicado na cartela. Neste caso, é necessário procurar ajuda médica.

Como usar Selene 63 depois do pós-parto?


Nesta situação, o médico poderá esperar um ciclo menstrual normal para iniciar o uso deste anticoncepcional. Em alguns casos, o profissional da saúde poderá indicar o uso imediato de Selene 63. No entanto, nesse caso, o médico deverá ser consultado.

Transição da minipílula (progestógeno) para o Selene 63


O primeiro passo é descontinuar o uso da minipílula, iniciando o consumo do Selene 63 no dia seguinte, de preferência no mesmo horário. Para se prevenir, é importante utilizar preservativo nas primeiras semanas de uso do novo contraceptivo.

Mudando de contraceptivo injetável, implante ou Sistema Intrauterino (SIU) com liberação de progestógeno para Selene 63


Tome Selene 63 na data prevista da próxima injeção, ou na retirada do implante ou do SIU, sendo necessário o uso de preservativo nas primeiras semanas do uso do novo anticoncepcional.

Como usar Selene 63 após um aborto?


Neste caso específico, é necessário que o paciente procure ajuda de um profissional especialista no assunto, para que ele avalie o estado do organismo, para depois indicá-lo o melhor passo a ser seguido.

Selene 63: duração do tratamento


Para ser obter resultados, Selene 63 deve ser consumido por pelos menos 3 meses em caso de redução de acnes. Em caso de hirsutismo, a duração é maior, sendo de 6 a 12 meses. Já em síndrome dos ovários policísticos também é mais longo e depende da gravidade dos sintomas.

Qual o benefício do Selene 63?


Sua ação visa reverter anomalias geradas pelo excesso de produção de andrógenos (hormônios). Desta forma, o medicamento visa propor mais conforto à comunidade feminina, evitando uma possível gestação, além de outras doenças muito comuns do gênero.

Composição do Selene 63


Cada comprimido desta medicação conta que 0,035mg de etinilestradiol e 2,0mg de acetato de ciproterona (princípios ativos), além das substâncias amido, croscarmelose sódica, povidona, hipromelose, dióxido de silício, celulose microcristalina, estearato de magnésio, lactose monoidratada, macrogol, talco, glicerol, corante laca eritrosina, dióxido de titânio e marcoat 125 Adventia Seal.

Qual a dosagem do Selene 63?


Segundo a bula original do Selene 63, para uso adulto, é recomendado a ingestão de 1 comprimido por dia, no horário combinado entre o médico e o paciente, uma vez que o seu uso adequado promoverá resultados dentro do esperado, além de evitar futuras complicações.

Como tomar Selene 63


Desenvolvido em comprimido revestido, circular e de cor rosa, Selene 63 deve ser administrado por via oral, com o auxílio de um copo de água para facilitar a deglutição.

As contraindicações do Selene 63


É contraindicado o uso deste fármaco por pacientes alérgicos à sua composição, e por aqueles que manifestem trombose, embolia pulmonar, ataque cardíaco ou derrame cerebral, ataque isquêmico transitório, enxaqueca, diabetes mellitus com lesão de vasos sanguíneos, doença do fígado, câncer, sangramento vaginal sem explicação.

Atenção: Para mais detalhes sobre as contraindicações acima e outras informações, acesse o nosso site.

Selene 63 na gravidez?


Esta medicação não deve ser usada caso haja suspeita de gravidez. Caso descubra a gestação ou planeje, o médico deverá ser consultado, uma vez que o remédio pode gerar danos ao feto.

Selene 63 possui efeitos colaterais?


O consumo de Selene 63 pode ocasionar em reações, embora elas não sejam válidas para todos os pacientes, como as comuns: náuseas e dor abdominal. Incomuns: vômitos e diarreia. Rara: diminuição de peso corporal.

Leia a bula do Selene 63


A Drogaria Nova Esperança mantém o compromisso de disponibilizar a bula original do Selene 63. Trabalhamos para que você receba todas as informações necessárias antes de decidir adquirir o que deseja em nossos departamentos.

Preço do Selene 63


Buscando o menor preço do Selene 63? Não deixe de aproveitar os melhores valores desse produto, os maiores descontos e a qualidade que só a nossa loja poderá proporcionar a você. Confira.

Onde comprar Selene 63?


Aqui você encontra um eficiente serviço para entrega e total segurança dos seus dados durante a compra. Cadastre-se, aproveite os nossos descontos, parcele e em até 3x sem juros e compre o medicamento Selene 63 de forma mais barata, além de poder receber o produto no conforto da sua casa.

Sobre o laboratório Eurofarma


Com sede em São Paulo e no Rio de Janeiro e de presente mercado desde 1972, a Eurofarma é uma multinacional na indústria farmacêutica com foco nos segmentos de medicação controlada, isentos, de prescrição e genéricos. Por possuir credibilidade, sua capitação já atinge diversos países da América do Sul e Central além da África e do Caribe.Os Produtos Eurofarma visam propor qualidade e eficiência, ao atender às necessidades do seu público, por meio de soluções inovadoras.

Este conteúdo foi extraído manualmente da bula original, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Andreia L. A. Bertasso - CRF: 44466. Não utilize este material como substituto ao conselho médico profissional. Esse texto possui apenas fins informativos. Leia a Bula Original.

SELENE Etinilestradiol Acetato de ciproterona Uso adulto (sexo feminino) Composição - SELENE Cada drágea1 contém: Etinilestradiol 0,035 mg; Acetato de ciproterona 2,000 mg; Excipiente q.s.p. 1 drágea1. Informações à paciente - SELENE Armazenamento: Conservar o produto na embalagem original e proteger do calor e umidade. Validade: O prazo de validade é de 5 anos e a data de expiração está impressa no cartucho. Atenção: O produto não deve ser utilizado fora do prazo de validade indicado sob risco de não produzir os efeitos esperados. O produto começa a agir durante o primeiro ciclo de tratamento. Informe ao médico a ocorrência de gravidez2 na vigência do tratamento ou após o seu término. Cuidados de administração: Antes de iniciar o tratamento deverá ser feito exame geral detalhado, minuciosa exploração ginecológica, incluindo mamas, e deve ser afastada a possibilidade de gravidez2. Durante tratamentos prolongados a paciente deve submeter- se a exames de controle a cada 6 meses aproximadamente. Para obter o máximo de eficácia, utilize a medicação no horário e dose exata estipulada pelo médico. Modo de usar: Aguardar a próxima menstruação3. O tratamento inicia-se no primeiro dia do ciclo (primeiro dia de sangramento = primeiro dia do ciclo). Retirar a primeira drágea1 marcada com o dia da semana correspondente (por exemplo: segunda-feira), perfurando o alumínio; para isto basta pressionar com o dedo a bolha4 correspondente até que a drágea1 saia. Tomar a drágea1 sem mastigar com um pouco de líquido. Para a tomada diária das drágeas5 pode ser escolhida uma hora qualquer, de preferência após o café da manhã ou após o jantar; o importante é tomar sempre mais ou menos na mesma hora. Seguindo as setas impressas no alumínio, tomar uma drágea1 por dia até terminar a cartela. Na cartela-calendário está assinalado o dia da semana em que deve ser tomada cada drágea1; desta forma torna-se fácil comprovar se foi tomada ou não a drágea1 do dia. Após terminada a cartela, intercala-se uma pausa de 7 dias, continua-se com uma nova cartela, independentemente de ter cessado ou não o sangramento. O esquema, portanto, é fácil de memorizar: 3 semanas de tratamento, 1 semana de descanso e cada cartela é iniciada sempre no mesmo dia da semana que a anterior. Em caso de falta de sangramento, no pós-aborto ou pós-parto imediato, o início do tratamento com o produto fica a critério médico, observadas as contra-indicações. Informe ao médico se é diabética, tem pressão alta, varizes6, epilepsia7, tendência ao diabetes8, ou história anterior de inflamações das veias9 das pernas. Informe também se teve ou tem alguma das doenças indicadas como contra-indicações, já que nestes casos não deve ser tomado o medicamento. Em caso de dúvida consulte o médico. Cuidados na interrupção do tratamento: Motivos para interromper imediatamente a medicação e informar o seu médico assistente: aparecimento pela primeira vez de cefaléias10 semelhantes às da enxaqueca11, ou cefaléias10 com freqüência e intensidade fora do habitual, repentinas perturbações de percepção (ex.: perturbações visuais, perturbações de audição), sinais12 precursores de tromboflebites13 ou tromboembólicas, angina14 do peito; mobilização forçada (acidentes); aparecimento de icterícia15; hepatite16; prurido17 em todo o corpo; aumento de ataques epilépticos; aumento considerável da pressão arterial; gravidez2. Reações desagradáveis: Informe ao seu médico o aparecimento de qualquer reação desagradável, tais como dores de cabeça, problemas estomacais, enjôo, sensação de aumento das mamas, variações de peso, alterações de humor e do desejo sexual. Em geral tendem a desaparecer espontaneamente após 2 ou 3 ciclos. Em casos isolados pode-se observar diminuição de tolerância a lentes de contato. Após o tratamento aparecem, às vezes em mulheres predispostas, manchas no rosto que ficam mais visíveis ao tomar banho de sol; por isso, recomenda-se a estas mulheres que não fiquem muito tempo expostas ao sol. Se estiver tomando regularmente qualquer outro remédio, em especial anticoncepcional oral, avise o médico. O anticoncepcional deve ser suspenso. Laxantes18 suaves não reduzem a segurança anticoncepcional. Porém, quando ocorrerem vômitos19 intensos ou problemas intestinais com diarréia20, não se pode ter certeza de que os componentes ativos foram absorvidos e exerceram sua ação, sendo portanto duvidosa a segurança anticoncepcional durante o ciclo em curso. Em tais casos recomenda-se adicionalmente métodos anticoncepcionais não-hormonais, com exceção dos métodos de ritmo (Ogino-Knaus) e da temperatura, sem deixar de tomar as drágeas5. Contra-indicações: Amamentação21; gravidez2; coceira acentuada durante gravidez2 anterior; formação ou deslocamento de coágulos nas veias9 e artérias (p. ex.: "derrame22", infarto do miocárdio23); diabetes8 grave; câncer24 ginecológico ou de mama, tratado ou atual; icterícia15; tumores de fígado25, atuais ou já tratados; distúrbios do metabolismo26 das gorduras; dificuldade de audição. O produto não está indicado para pacientes do sexo masculino. Precauções: O que fazer frente a sangramentos vaginais: A ocorrência de sangramentos vaginais, durante as três semanas de uso do produto não é motivo para interromper o tratamento. Um sangramento ligeiro pode desaparecer por si só. Se o sangramento tiver uma intensidade semelhante à da menstruação3 normal, o médico deve ser avisado. O que fazer frente à ausência de sangramento menstrual: Se, excepcionalmente, não ocorrer sangramento durante os sete dias de descanso consulte o médico antes de iniciar a cartela seguinte. Esquecimento de uma drágea1: O esquecimento de uma drágea1 pode ser corrigido tomando-a dentro das 12 horas seguintes à hora da tomada habitual. Se, ao notar o esquecimento, já houver transcorrido mais de 12 horas, assim como no caso de aparecimento de vômitos19 ou diarréia20, o efeito anticoncepcional durante o ciclo em questão pode estar comprometido. Para evitar uma possível gravidez2, que obrigaria a suspender o tratamento com SELENE, deve-se empregar adicionalmente algum método anticoncepcional não-hormonal, com exceção dos métodos de ritmo (Ogino-Knaus) e da temperatura. Deve-se continuar tomando as drágeas5 diárias de SELENE, com exceção da esquecida, até acabar a embalagem. Com isto evita-se a ocorrência prematura de sangramento por privação hormonal. Normalmente ocorre sangramento durante a semana de pausa após as 21 drágeas5. Se não ocorrer sangramento após o ciclo de tomada irregular, é preciso consultar o médico antes de reiniciar o tratamento. Ao suspender o uso de SELENE recupera-se, em geral, a função normal dos ovários27, assim como a capacidade de engravidar. Somente observa-se que o primeiro ciclo sem tratamento pode durar uma semana a mais do que o habitual. No entanto, se em 2 a 3 meses não se estabelecer um ciclo normal, a causa desta irregularidade deve ser investigada. Observações especiais: Pacientes com intenso consumo de cigarro, idade mais avançada, que usaram anticoncepcional oral combinado por vários anos e que estejam tomando SELENE podem ter maior risco de presença de coágulo. Muito raramente se observaram alterações no fígado25 sob emprego prolongado de substâncias hormonais, como as do produto, que obrigaram a suspensão da sua administração. Por isso, deve-se informar o médico se surgirem dores não-habituais na região do estômago28 e fígado25 e que não cessem por si só dentro de pouco tempo. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. Não tome remédio sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a saúde. Informações técnicas - SELENE Descrição - SELENE O produto é constituído de uma associação do hormônio29 estrogênico etinilestradiol e do progestogênico acetato de ciproterona, que quimicamente são assim denominados: (17a)- 19-norpregna-1,3,5 (10)-trien-20-yne-3, 17-diol e acetato de 6-cloro, 1b, 2b diidro-17a dihidroxi-3 H ciclopropa [1,2]-pregna 1,4,6 triene 3,20 dione, respectivamente. Mecanismo de ação - SELENE O acetato de ciproterona inibe a ação de andrógenos30, possibilitando assim o tratamento de doenças causadas por produção excessiva de andrógenos30 ou uma sensibilidade maior da paciente a estes hormônios. O acetato de ciproterona associado a um estrógeno31 complementa o tratamento de distúrbios androgênicos. Indicações - SELENE Tratamento das manifestações androgênicas da mulher, como por exemplo acne32, particularmente as formas acentuadas e aquelas acompanhadas de seborréia33, inflamações ou nódulos (acne32 papulopustulosa, acne32 nodulocística), alopecia androgênica, casos leves de hirsutismo34. Durante o tratamento com SELENE diminui a secreção excessiva das glândulas35 sebáceas, um dos fatores determinantes da acne32 e da seborréia33. Com isso consegue- se, geralmente após 3-4 meses, êxito no tratamento das lesões acnéicas e impede-se a formação de outras novas. O excesso de gordura36 na pele e no cabelo geralmente desaparece antes. A queda de cabelo que freqüentemente acompanha a seborréia33 também é diminuída. SELENE também está indicado no tratamento dos casos leves de hirsutismo34, especialmente o facial leve. Nesta indicação a duração do tratamento é de vários meses. O acetato de ciproterona, apesar do efeito antiandrógeno descrito, possui um marcante efeito progestogênico; por isto administrado isoladamente ocasiona distúrbios do ciclo menstrual que, todavia, não ocorrem durante o tratamento com SELENE, graças à associação do acetato de ciproterona com o etinilestradiol. Durante o tratamento com SELENE é inibida a ovulação37, impedindo-se assim uma possível gravidez2. Portanto, não é necessário o emprego simultâneo de contraceptivos hormonais ou de outro tipo. Duração do tratamento: Depende da gravidade do quadro clínico; em geral é de vários meses. Após a remissão dos sintomas38 recomenda-se prolongar o tratamento durante pelo menos 3-4 ciclos. Se após várias semanas ou meses após o final do tratamento ocorrerem recidivas, não há inconveniente em administrar SELENE novamente. Contra-indicações - SELENE Gravidez2; período de lactação39; alterações graves da função hepática; antecedentes de icterícia15 idiopática gravídica e prurido17 gestacional grave; síndrome40 de Dubin- Johnson e de Rotor; tumores hepáticos (atuais ou já tratados); processos tromboembólicos ou antecedentes dos mesmos (por exemplo: acidente vascular cerebral41, infarto do miocárdio23); anemia falciforme42; carcinoma43 de mama ou de endométrio44, tratados ou atuais; diabetes8 grave com alterações vasculares; alterações do metabolismo26 lipídico; antecedentes de herpes gravídico; otosclerose45 agravada durante gestações precedentes. Precauções - SELENE Comportamento ante sangramentos vaginais: A ocorrência de sangramentos vaginais, durante as três semanas de uso do produto não é motivo para interromper o tratamento. Um ligeiro sangramento pode desaparecer por si só; caso o sangramento tenha intensidade semelhante à menstruação3 normal, a causa deve ser investigada. Comportamento ante a ausência de sangramento menstrual: Se excepcionalmente não ocorrer sangramento durante os sete dias de descanso, o tratamento não deve ser continuado até que seja excluída a possibilidade de gravidez2. Esquecimento de uma drágea1: O esquecimento de uma drágea1 pode ser corrigido tomando- a dentro das 12 horas seguintes à hora da tomada habitual. Se, ao notar o esquecimento, já houver transcorrido mais de 12 horas, a paciente deve continuar tomando as drágeas5 restantes, excluindo a drágea1 não tomada por esquecimento. Normalmente ocorre sangramento durante a semana de pausa após 21 drágeas5. Se não ocorrer sangramento após um ciclo de tomada irregular, a possibilidade de gravidez2 deve ser excluída. Erros na administração, vômitos19 ou distúrbios intestinais com diarréia20, alterações metabólicas individuais muito pouco freqüentes ou a administração simultânea prolongada de determinados medicamentos com barbitúricos, fenilbutazona, hidantoína, rifampicina, ampicilina podem influir desfavoravelmente sobre eficácia contraceptiva (primeiros sintomas38 possíveis: sangramentos intermediários). Nestes casos deve-se empregar adicionalmente outros métodos contraceptivos. Deve haver cuidadosa vigilância se a paciente apresentar: diabetes8, hipertensão46, varizes6, otosclerose45, esclerose múltipla47, epilepsia7, porfíria, tetania48, chorea minor, antecedentes de flebite49 ou tendências a diabetes8. Se a paciente queixar-se de cefaléia50 semelhante à enxaqueca11 ou houver aumento de freqüência de cefaléias10 de intensidade não-habitual, bem como distúrbios repentinos da percepção (visão, audição, etc.), sinais12 iniciais de tromboflebites13 ou tromboembolias (edemas ou dores não-habituais nas pernas, dor ao respirar ou tosse de origem desconhecida); sensação de dor e constrição do tórax51, a medicação deve ser suspensa. Também em casos de intervenções planejadas (6 semanas antes da data prevista) ou imobilidade forçada (acidentes, etc.) a medicação deve ser suspensa imediatamente. Em todos estes casos pode existir risco maior de trombose52. Outros motivos para suspender a medicação: aparecimento de icterícia15, hepatite16, prurido17 generalizado, aumento da freqüência dos ataques epilépticos, aumento considerável da pressão arterial, gravidez2. Caso o medicamento tenha sido usado durante a gravidez2, deve-se observar atentamente os fetos masculinos, devido à possibilidade de feminização dos mesmos pela supressão androgênica. Observações especiais: Segundo as mais recentes informações, não se pode excluir que a administração de associações estrógeno31-progestogênicas hormonais não esteja associada a aumento de risco de doenças tromboembólicas venosas e arteriais. Com relação a trombose52 arterial (por exemplo: apoplexia53, infarto do miocárdio23) parece aumentar o risco relativo quando, concomitantemente, existem outros fatores, tais como intenso consumo de cigarro, idade mais avançada e uso de contraceptivos orais combinados por vários anos. Muito raramente se observam alterações hepáticas sob emprego prolongado de substâncias hormonais, como as do produto, que obriguem a suspensão da sua administração. Por isso, se surgirem dores não-habituais na região epigástrica, que não cessem por si só dentro de pouco tempo, deve ser excluída a existência de hepatopatia. Interações medicamentosas - SELENE Não são conhecidas interações clinicamente significativas do produto com outros medicamentos; mas se a paciente estiver fazendo uso regular de outros medicamentos que contenham barbitúrico, fenilbutazona, hidantoína, rifampicina, ampicilina, a eficácia do produto pode ser reduzida. Pode também modificar- se a necessidade de antidiabéticos ou insulina54. Como no caso de outros produtos orais, laxantes18 suaves não reduzem a segurança contraceptiva. Reações adversas - SELENE Em casos isolados o tratamento pode causar cefaléias10, distúrbios gástricos, náuseas55, tensão mamária, variações de peso, alterações da libido e do humor. Após tratamentos prolongados aparecem às vezes, em mulheres predispostas, pigmentações (cloasma56) no rosto, que ficam mais visíveis após exposição ao sol. Por isso, recomenda- se a mulheres predispostas que não se exponham durante muito tempo aos raios solares. Em casos isolados observou-se uma diminuição da tolerância a lentes de contato. Posologia - SELENE Antes de iniciar o tratamento deve ser feito exame geral detalhado, minuciosa exploração, incluindo as mamas, e deve ser afastada a possibilidade de gravidez2. Durante tratamentos prolongados a paciente deve ser submetida a exames de controle a cada 6 meses aproximadamente. Uma drágea1 ao dia, de preferência após o café da manhã ou o jantar, iniciando no primeiro dia do ciclo (primeiro dia de sangramento = primeiro dia do ciclo). Nos ciclos subseqüentes deverá ser observado um intervalo de sete dias entre a última drágea1 do ciclo e a primeira drágea1 do ciclo que se inicia. Conduta na superdose - SELENE A resposta depende de cada paciente, mas em geral pode provocar náuseas55, algumas pacientes podem apresentar sangramento vaginal por supressão. Tratamento: Indução de vômito57, lavagem gástrica58, medidas gerais de suporte. Apresentação - SELENE Drágeas5: Cartucho contendo um blister com 21 drágeas5. Venda Sob Prescrição Médica. EUROFARMA Laboratórios Ltda. SELENE - Laboratório EUROFARMA Av. Ver. José Diniz, 3465 - Campo Belo São Paulo/SP - CEP: 04603-003 Tel: 0800-704-3876 Email: euroatende@eurofarma.com.br Site: http://www.eurofarma.com.br/

ISTO É UM MEDICAMENTO, NÃO USE SEM PREESCRIÇÃO MÉDICA E ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Aproveite e Compre também

Os produtos abaixo são relacionados ao produto visitado, aproveite para conhecê-los.

COMPRAR SELENE COM 63 COMPRIMIDOS REVESTIDOS

SELENE COM 63 COMPRIMIDOS REVESTIDOS

por apenas R$ 48,82
Instagram
Genérico
CADASTRAR
Email cadastrado com sucesso! Erro! Não foi possível realizar o cadastro. Carregando ...
Voltar ao topo

Para o perfeito funcionamento do site é preciso que o JavaScript esteja ativado no navegador.
Para ativá-lo, escolha seu navegador e siga as instruções abaixo:

Google Chrome

  1. Clique no ícone do menu na barra de ferramentas do navegador.
  2. Selecione Configurações.
  3. Clique no link Mostrar configurações avançadas....
  4. Clique em Configurações de conteúdo na seção Privacidade.
  5. Selecione Permitir que todos os sites executem JavaScript na seção JavaScript.

Mozilla Firefox

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções.
  3. Selecione Conteúdo no menu de navegação superior.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript e clique em OK.

Internet Explorer

  1. Selecione Ferramentas no menu superior.
  2. Escolha Opções da Internet.
  3. Clique na guia Segurança.
  4. Clique em Nível personalizado.
  5. Desça até ver a seção Scripts.
  6. Em "Script ativo", selecione Ativar e clique em OK.

Apple Safari

  1. Abra o menu Safari na barra de ferramentas do navegador.
  2. Escolha Preferências.
  3. Escolha Segurança.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de Ativar JavaScript.
Olá, posso ajudar?
Indicativo de Busca
Televendas 11 3990-7720
Chat Fale agora com nossos atendentes